Impeachment do Presidente do Senado

Em uma votação secreta na última sexta-feira dia 01/02/2013, foi eleito presidente do Senado para um mandato de 2 anos, Renan Calheiros do PMDB de Alagoas.

Para quem não sabe ou não acompanha o cenário politico brasileiro, talvez por estar muito ocupado vendo a novela ou a partidas de futebol, este senhor no final de 2007, renunciou à presidência do Senado em meio  a acusações de que um lobista pagava a pensão de sua filha. 

O senador é acusado de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso. Segundo a denúncia, Renan apresentou ao Senado notas frias e documentos falsificados para justificar a origem dos recursos que o lobista de uma empreiteira entregava em dinheiro vivo à mãe de sua filha, a título de pensão. Segundo a matéria publicada na revista Época, o procurador Roberto Gurgel também acusa Renan pelo desvio quase R$ 45 mil do Senado. Nesse caso, conforme a denúncia, também usou notas frias para justificar o desfalque nos cofres públicos.


Sem consideração alguma com o povo brasileiro ou a ficha limpa, temos que receber esta noticia com a sensação de que mais uma vez as decisões politicas em Brasilia não levam em consideração o passado ou a ficha criminal de seus "membros".

Não vamos deixar eles nos tratarem como palhaços mais uma vez. É hora de agir e pedir o Impeachment do Presidente do Senado.

o avaaz.org criou uma petição para conseguir 1.000.000 de assinaturas (1% do eleitorado nacional) e levar esta petição a votação.  Ajude, faça sua parte, assine e divulgue:



Conexão Y

Nenhum comentário:

Postar um comentário